Connect with us

O que você está procurando?

Paralimpíadas

Dia do Atleta Paralímpico: os planos de Emanoel Victor

O paratleta é nome conhecido tanto do cenário nacional quanto internacional

Emanoel Victor
Emanoel Victor em dia de treino: Foto: Divulgação

22 de setembro é o Dia do Atleta Paralímpico, data criada pela Lei federal 12.622/2012 e que ao mesmo tempo também homenageia a fundação do CPI (Comitê Paralímpico Internacional) em 22 de setembro de 1989 na cidade de Düsseldorf, na Alemanha.

O arremessador de peso Emanoel Victor, de 31 anos, da categoria F37, classe destinada para atletas com paralisia cerebral, definiu a medalha de ouro nos Jogos Paralímpicos de Paris 2024 como auge da sua carreira em entrevista exclusiva para o Sport Life.

O sonho de Emanoel Victor no Dia do Atleta Paralímpico

“Eu ainda sou novo e tenho pouco tempo de arremesso de peso. Acredito que posso disputar uma, duas ou três paralimpíadas pela frente. Com certeza a medalha de ouro em Paris seria o auge da minha carreira. Tenho treinado para isso. Uma medalha paralímpica já é algo muito importante para a carreira do atleta”, admite.

A carreira do Emanoel Victor

Títulos e marcas não faltam na trajetória do fluminense de São Gonçalo, ou seja, Emanoel é tetracampeão brasileiro, recordista das Américas pela categoria F37 com 14,58m, líder do ranking nacional e assegurou a medalha de ouro no Open Para Atletismo Lima de 2022 com a marca de 13,91m.

Na temporada de 2023, Victor conquistou a Primeira Fase Nacional de Atletismo do Circuito Loterias Caixa com o seu índice de 14,30m e encerrou a sua participação no World Championships Paris em oitavo lugar.

Detalhe que Paris 2024 não denota novidade, isto é, Emanoel esteve presente com a delegação da Seleção Brasileira em Tóquio 2020 e o “saldo” da sua atuação foi a sétima colocação devido ao seu melhor arremesso, que resultou em 13,63m.

“Tóquio 2020 foi uma experiência incrível e algo surreal. Porém, acabei ficando bem nervoso para competir por ser a minha primeira paralimpíada. Depois de lá já disputei o Mundial este ano também. Já chego com muita experiência e acredito que isso vai me ajudar a chegar bem em Paris e competir em alto nível”, afirma.

Início no Fut7 com mudança para as pistas

Muitos não sabem que Victor atuou pelos gramados do Fut7. Vascaíno de coração, o atleta desempenhava a função de coringa e a escassez de bolsa de estudos nessa modalidade o declinou da continuidade do seu ciclo nos campos.

Assim que pendurou as chuteiras, Emanoel migrou para o atletismo no ANDEF (Associação Niteroiense dos Deficientes Físicos), de Niterói (RJ). Em 2015, e atualmente é treinado por Fernando Barbosa no Instituto Correr Bem.

“Joguei Fut7, que é a minha grande paixão e era ala-esquerdo e zagueiro. Eu também fiz essas duas funções na Seleção Brasileira. Tinha uma função de habilidade e de liderança nas equipes. Eu tenho o aprendizado de sempre fazer o meu melhor em cada prova”, termina Emanoel Victor.

Escrito por

Advertisement

Últimas Noticias

Nutrição

A melhor exposição ao sol é o combustível para ter esse tipo de absorção

Emagrecimento

Lembre-se que esse processo pode ser feito de maneira tranquila

Treinos

Saiba manter certo tom de vaidade para não afetar os seus treinos

Nutrição

Outro motivo para valorizar esse tipo de alimentação

Nutrição

Opção que ajuda a te deixar quentinho em tempo gelado

Emagrecimento

O esporte é a “ferramenta” que facilita esse processo de perda de peso

Advertisement

Você também vai gostar

Nutrição

A melhor exposição ao sol é o combustível para ter esse tipo de absorção

Emagrecimento

Lembre-se que esse processo pode ser feito de maneira tranquila

Treinos

Saiba manter certo tom de vaidade para não afetar os seus treinos

Nutrição

Outro motivo para valorizar esse tipo de alimentação